quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Da colheita Jerónimo Martins:

.
Um figurão qualquer de apelido Soares, supostamente proprietário ou ligado à gestão desta conhecida mercearia, viu hoje umas baboseiras da sua lavra terem honras de citação numa Rádio respeitável como a TSF: na opinião desse merceeiro retalhista, um qualquer gestor público de topo em Portugal (como seja o "manda-chuva" de uma chafarica mesmo importante, como por exemplo a Caixa Geral de Depósitos) que auferisse mensalmente, vá lá, apenas cerca de cinco mil euros, possuiria por essa razão sobejos motivos para ser um "incompetente", um "indolente", ou um "desleixado" nas suas funções!
.
 
Conclui-se de tão douta opinião, isto se a lógica não for uma batata (-doce, neste caso...), que qualquer Funcionário Público português, sobretudo os de base, terão acrescidos motivos para serem uns absolutos zeros no desempenho da sua missão, atendendo aos seus magros salários. Pena é que este "sô" Soares não tenha um dia a "sorte" de ser "tratado" por um Cirurgião incompetente, "salvo" por um Bombeiro desleixado, ou "defendido" por um Polícia... indolente. Pois é tudo o que eu lhe desejo.
.

Sem comentários:

Publicar um comentário